sábado, 27 de novembro de 2010

Eh toiro... Ehhhh! Eh TOIRO LINDO....

Sem dúvida que o treinador do sporting é bom em tauromaquia, pois conseguiu colocar os BOIS jogadores leoninos, a correr e a atacar como autênticos touros das mais bravas linhagens... Bateram em tudo o que era azul, mostrando ser touros bastante especiais, pois quando encontraram já esta época o vermelho pela frente ficaram mansinhos... Coitado do João Moutinho, que fartou-se de levar cornadas e coices, sendo de destacar uma de um boi com atitudes de porco, que dá pelo nome de maniche, que só não lesionou gravemente João Moutinho por pura casualidade! Sendo um ex-jogador do nosso clube, vou ser brando e dizer-lhe apenas "maniche, vai para a grande p*** que te pariu, sempre foste e serás um grande porco!".
Relativamente ao jogo, foi um jogo fraco da parte do FCP na 1ª parte, sendo mais bem conseguido na 2ª parte, até que o Maicon resolveu complicar, tal como fez em Istambul, tendo ou não feito falta. Quando estávamos por cima do jogo, já perto do patamar exibicional habitual, esta foi uma enorme contrariedade, que acabou por fazer com que o resultado final fosse positivo.
Não nos podemos queixar do árbitro, pois foi uma arbitragem perfeitamente normal, em que apenas existiu a habitual dualidade de critérios na marcação de faltas e exibição de cartões, coroada com um golo escandaloso em fora de jogo, o que no seu computo geral faz desta uma arbitragem melhor que a de Guimarães.
Quanto ao clube dos viscondes mostrou o seu sangue nobre, ao saber receber visitantes ilustres com oferendas de maçã da melhor qualidade... Já devem ter aprendido a não oferecer mais nenhuma fruta podre, pois ela pode fazer falta...

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Villas-Boas na Marca!

O jornal desportivo espanhol "Marca",tem na sua edição online um excelente artigo sobre o nosso treinador. Excelente para ele,que para o FC Porto não é la muito...
Podem ler o artigo aqui!
Percam um pouco de tempo a ler os comentários dos leitores, e reparem no que os porcos dos mouros os estão a fazer internacionalmente. Eu lamentava o uso das bolas de golfe... Agora lamento que se tenham usado tão poucas!

São uma cambada de filhos da carolina...

domingo, 7 de novembro de 2010

O mestre da táctica foi derrotado pela táctica do Mestre...


Não sei qual o motivo para tanto alarido. Este resultado foi perfeitamente normal. Em condições normais, este resultado é escasso. Estou a considerar condições normais, roubos suaves como o de hoje, em que "apenas" ficaram por marcar 2 penaltis e por expulsar mais alguns vermelhos... As 2 mãos de sálvio na bola, não foram suficientes para marcar penalti!!! O empurrão ao Falcão, quando este já estava no ar, também não! O penalti sobre o Hulk só deu amarelo quando ele estava na cara do guarda-redes! Se tivesse sido um grande roubo, não tínhamos dado mais de 2 ou 3. Se fosse uma arbitragem isenta, tínhamos dado pelo menos 8. Se não tivéssemos jogado na 5ª feira, se calhar tinhamos feito o que o PSV fez recentemente ao Feyenoord...
Ainda assim reconheço que fomos beneficiados no 1º golo, pois tinha havido um falta nítida do cabeleira luiz sobre o Hulk, mesmo junto ao mesmo fiscal de linha que já antes disso tinha assinalado, mal, 2 foras de jogo ao FC Porto! Este fiscal foi porreiro para nós, pois roubou-nos no intuito de nos beneficiar!!! Acho que a imprensa vai escalpelizar este tema durante a semana...
Também o treinador adversário falhou, pois se tivesse utilizado a mesma estratégia do ano passado, tinha anulado o Hulk facilmente. Para parar o Hulk tinham bastado 2 stewards... Paravam-no por uns meses!
Uma palavra para o nosso treinador, que cada vez mais dá mostras de ser o Homem certo para o lugar! Hoje o mestre da táctica foi vencido pela táctica do nosso Mestre!

sábado, 6 de novembro de 2010

CONFESSO: Eu estive a ver a benfica tv!!!

E digo mais o programa foi excelente! O FC Porto venceu por 7-5 em hóquei em patins, e aliado a isto tive o prazer de ouvir comentários de verdadeiros palhaços, que muito me entretiveram... 
Antes de mais, eu não sou cliente daqueles que colocam fedorentos a publicitar os seus produtos! Eu vi este canal pela Net.
Foi um jogo emotivo, com uma arbitragem que após fazermos os 6-3, tentou de tudo para ajudar as papoilas, mas nem assim.
Foi a primeira vez que estive a ver algo neste canal, mas bastou para compreender porque é que por esta blogosfera fora, pelos fóruns, jornais, etc, os mouros tem o raciocínio que evidenciam (ou a falta dele). Além das injecções diárias de propaganda dadas pela comunicação social do país, eles recebem neste canal autênticas lavagens cerebrais, que fazem deles os tristes que podemos ver. Sim, agora compreendo os vossos emails papoilas... E tenho pena de vós!
Um exemplo: Logo a iniciar a 2ª parte existiu um livre directo contra o FC Porto, que o nosso ex-jogador, Caio, falhou. Se houve livre, houve falta. Lógico pensam vocês! Qual quê? Passados uns minutos foi assinalada outra falta contra o FCP, e o que disseram os "comentadores"? Que já desde meio da 1ª parte que os árbitros não marcavam nenhuma falta a favor dos poios de merda... O que é que os pobres de espírito hão de pensar ao ouvir isto? 
Amanhã continua a saga com o andebol e o futebol!

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

O movimento dos cravos...

O Blogue "Best of Football" criou um movimento que pretende ter uma enorme carga simbólica, destinado a receber a equipa do regime com cravos! Não divulguei esta iniciativa aqui porque não concordo com ela.
Não. Não sou apologista de os receber com bolas de golfe, porque não são baratas e os tempos que passamos são de crise, com muita gente a passar dificuldades. Tão pouco com pedras, porque quero vencê-los no estado normal deles, sem estarem pedrados... Pedrados seriam mais perigosos...
Na minha modesta opinião a única coisa que deveria ser feita à camioneta moura, seria colocar adeptos dos nossos nas laterais da mesma, e abaná-la um pouco. É aquele velho costume português de agitar antes de usar... Só isso.
Agora cravos? Ok, vamos lá analisar o simbolismo. Em Abril de 1974 aconteceu em Portugal aquela que ficou conhecida como "A Revolução dos Cravos". Derrubou-se um regime ditatorial sem recorrer a armas, evitando o derramamento de sangue. Foi o fim do fascismo em Portugal. Foi nesse dia que nasceu a liberdade em Portugal. No fundo esse foi o dia que possibilitou que o nosso presente seja tal e qual como é... Com vitórias! No fundo essa é a grande diferença. Mas será que foram os cravos a originar isso? Não me parece. Foi a coragem de um povo,a sua revolta e a sua luta, que fizeram frente aos novos poderes da república... A república da capital do império!
E o que mudou entretanto? Nada. Continuamos a ser roubados nos campos de futebol, perseguidos pela justiça (mas nunca incriminados), alvos de campanhas vergonhosas por parte da comunicação social da capital, que são no fundo uma grande agência de propaganda, talvez a maior desde a 2ª guerra mundial, continuamos a ter ordenados mais baixos no Norte, continuamos a trabalhar mais, logo a descontar mais, por conseguinte a sustentar a capital. Actualmente ainda existe a agravante de existirem fundos comunitários destinados ao desenvolvimento de outras regiões do país, que são desviados para lisboa....
O que quero dizer no fundo é que antes do 25 de Abril existiam dificuldades, perseguições e miséria para quase todos neste país e o FC Porto quase não ganhava campeonatos... Depois do 25 de Abril o que mudou, além dos campeonatos ganhos, foi que agora só alguns passam dificuldades e são perseguidos, enquanto outros, os tais que ficaram com a capital da republica dos cravos, levam uma vida santa... São escutas que não são feitas... Outras que não são investigadas... Dossiers com acusações gravíssimas que não são investigados... Diplomas de engenheiros passados ao domingo... Freeports... Sucateiros... Paraísos fiscais em Oeiras... Offshores nas Maldivas... Enfim.
Não quero fazer deste, um post sobre política, por isso fico-me por aqui.
O que quero dizer é tão só isto:
Vêem o resultado que deram os cravos? Acabaram com algo mau, para criar algo bom apenas para alguns. Se o 25 de Abril foi positivo? Sim,obviamente que foi excelente, pois foi restituído a todos um direito fundamental, que é a liberdade! Mas não poderia ter sido melhor? De certeza! Com cravos? Não. E muito menos com papoilas!

domingo, 31 de outubro de 2010

Equipa todo-o-terreno passa por cima de toda a merda...

Ao sol, à chuva, em relvados, pelados, pântanos, contra ventos e tempestades, enfrentando toda a espécie de vermes sem escrúpulos, esta equipa vai somando êxitos.
Hoje, num terreno impraticável, foi dada uma enorme demonstração de classe, de força e de querer. Com mais uma arbitragem miserável, fomos criando oportunidades, umas atrás das outras, na 2ª parte. Na 1ª parte, o enviado da capital conseguiu equilibrar o jogo...
Esta equipa, independentemente do que venha a acontecer no próximo domingo, é neste momento das melhores da europa, e se não tivessem sido as manobras de bastidores da época passada, seria uma séria candidata a ser a surpresa da liga dos campeões. Ou talvez não, pois provavelmente o treinador seria o mesmo...
O plantel é praticamente o mesmo, a grande diferença do onze titular é João Moutinho, que ainda não atingiu o nível que o notabilizou, pelo que presto naturalmente a minha homenagem ao nosso treinador, André Villas-Boas, que demonstra ser excelente no treino, na preparação, na ante-visão, na direcção e no rescaldo dos jogos. É um treinador completo, que não é um novo Mourinho, pois é diferente na abordagem que faz do jogo. É metódico, trabalha para os resultados obviamente, mas tal como disse numa entrevista, não dorme bem se ganhar e jogar mal. Mourinho se ganhar, dorme sempre bem... Não estou a dizer que é melhor o André que o Mourinho, não sou maluco, o que estou convicto é que tem tudo para ser pelo menos tão bom, obtendo os mesmos resultados com uma abordagem de jogo diferente. Mourinho é só o melhor de todos os tempos.
Voltando ao jogo, é ridículo assistir a arbitragens destas e ouvir ao mesmo tempo os comentários da tvi... É dose! Mas já sabemos que vamos ter de levar com estes montes de merda até ao fim. O que já não esperava era ouvir o Jorge Costa queixar-se da arbitragem... Foi triste, e não sei qual a intenção, uma vez que não teve qualquer razão de quixa, bem pelo contrário... Espero que não se repita, pois é um ex-capitão do FC Porto, razão pela qual não me vou alongar mais.

Só faz falta quem cá está, e os amigos dos meus inimigos, meus inimigos são!

Esta semana vai custar a passar, pois cada vez tenho mais pó aos mouros... Menos de 5 será uma derrota... 1-0 será excelente... Vai ser esta guerra entre a razão e o coração que vai alimentar as nossas fantasias durante estes dias, até que finalmente chegaremos à realidade de uma vitória. Qualquer que ela seja...

P.S. Será que algum dia vou conseguir fazer um post em que mencione mouros, sem falar em pó? É que até sinto as orelhas a arder das pragas que me rogam... Eh pá, agora é que vai ser... Depois de mouros e pó, fui falar em orelhas... Qualquer dia mudo o nome do blogue para "Dossier Apito encarnado"!

sábado, 30 de outubro de 2010

Ridículo disputar este jogo!

Com meia hora de jogo já perdi a vontade de continuar a assistir!
Este jogo nunca deveria ser realizado nestas condições. É ridículo. Uma equipa que a meio das emana vai representar Portugal nas competições europeias é sujeita a este tipo de desgaste e ao risco de lesões inerente.
Mas neste país em que os filhos da puta fazem o que querem, vale tudo para levar as papoilas ao título.
Tem existido variadas faltas sobre jogadores do Porto que não são assinaladas, e pelo contrário, são assinaladas faltas inexistentes a favor da Académica.
Vivam os filhos da puta!!!
É por isso que de cada vez que chove, lisboa parece um rio... Tem tanta merda que não deixa espaço para a água...

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Vencer por 2, não é o mesmo que perder por 2...

Que grande recital! Que grandes jogadores! Que grande equipa!  Que grande PORTO!
Roubados  durante todo o jogo!
Furtados  em cada lance a nosso favor!
Extorquidos de um penalti!
Surripiados num golo limpo!
Usurpados  de jogar com mais um, no lance do penalti que nos foi arrebatado!
Pilhados na injusta expulsão do Maicon!

Gozados…
Mas nunca humilhados!!! 


Ainda ontem o novo profeta dos treinadores mundiais, jesus, dizia que perder por 2, não é o mesmo que perder por 3 ou 4, pois tinha jogado a 2ª parte com menos 1 jogador…
Eu acrescento, que vencer por 3 a jogar com menos 1 jogador, não é o mesmo que perder por 2.
Vencer por 2, a jogar com menos 2 jogadores, não é o mesmo que perder por 2…
Sabem qual a diferença?  

SOMOS PORTO!

domingo, 17 de outubro de 2010

Quando ir ao Dragão é uma grande merda

O FC Porto teve uma medida que achei espectacular, que foi a de colocar o preço dos bilhetes para o jogo da Taça de Portugal, com o Limianos, a um preço bastante acessível. Desde 1€ para sócios, desde 2€ para não sócios. Conforme calculei viram-se famílias inteiras em autêntica romaria para o estádio! Fiquei contente, pois momentos como este são cada vez mais raros!
A boa disposição passou-me mal cheguei ao estádio. À medida que me ia deslocando para a minha porta de acesso, fui observando várias situações em que muitos adeptos protestavam ao entrar, na zona das revistas, devido ao facto de não poderem entrar com certos bens. Eu, que não prestava atenção a 100%, limitei-me a comentar com quem me acompanhava, que estas situações ficavam a dever-se ao facto de grande parte dos espectadores deste jogo, não estarem habituados a ir aos estádios,  provavelmente levariam bebidas engarrafadas, ou qualquer tipo de objectos proibidos nos estádios. Lamentei a falta de compreensão dos stewards para com pessoas que nada tinham de ameaçadoras, mas no fundo estavam a cumprir a sua missão, de auxiliar e conduzir os espectadores aos seus lugares. Continuei rumo a minha porta de entrada.
Também eu aproveitei este dia para uma deslocação em família, levando pela primeira vez ao Dragão, um familiar com quase 80 anos, e a minha filha, sócia obviamente, mas que só agora pode começar a assistir aos jogos, uma vez que completou 3 anos recentemente.
Cheguei ao local de entrada, e compreendi finalmente as várias situaçãos de indignação a que havia assistido antes. Um idoso com quase 80 anos, que recentemente tirou 3/4 do estômago, tem obrigatoriamente de comer algo, no máximo de 2 em 2 horas. Não pode comer das merdas que se vendem nos estádios. Uma criança de 3 anos, é normal que apesar de ter feito um bom lanche, leve 1 ou 2 iogurtes e umas bolachas para "petiscar". Mal estou a entrar com a minha filha (que bebia um iogurte) fui logo avisado que tinha de o beber ali, pois não podia levá-lo para dentro do estádio. Fiquei fodido, pois o iogurte estava aberto. O que estava fechado ainda compreendo que esteja no mesmo lote que as garrafas, agora este já aberto, e menos de metade... Enfim. A minha mulher lá bebeu o outro, que a vida não está para se deitar nada fora. As bolachas também não podiam entrar, mesmo que retiradas do pacote, pois se atirasse uma a uma, poderia matar alguém... Lá foram as bolachas para o lixo! Como se não bastasse, não deixaram que o meu familiar, idoso, que tem de comer com frequência, entrasse com duas sandes de pão integral!!! FODASSE!!! Eu até era capaz de atirar uma merda a um árbitro, mas tinha de o magoar... Agora dar de comer com a crise que está??? Só a alguém que assim o justifique. O homem lá teve de comer uma sandes ali, enquanto a outra era escondida, para que a comesse lá dentro.
Agora eu pergunto:
Qual é o mal de crianças e idosos levarem algo para comer nos estádios? Garrafas e outros do género eu percebo, mas sandes e bolachas???
A resposta é simples: É para que os chulos que vendem nos bares do estádio, a preços que só falta terem uma pistola a acompanhá-los, possam vender!!! Mas eu gostava de saber o que é que eles vendem para pessoas doentes e para crianças... Sandes de leitão? Bifanas? É tudo uma corja organizada, que conta com o apoio do meu clube, e isso é nojento!!!
Ainda na entrada, depois de protestar com a steward que impediu a entrada do iogurte, um seu superior aproximou-se, observando a situação, o que levou a que depois de alguns instantes existisse uma troca de impressões entre nós, que começaram na sua arrogância, e terminaram na sua concordância! Sabem o que eu lhe disse entretanto? Que já fizera o que ele está agora a fazer, e que já pertencera à claque, o que fazia com que eu soubesse muito bem como se faziam as coisas, e quando é que as mesmas entravam lá para dentro. Fiquemos por aqui neste ponto. Apenas refiro que ele próprio, supervisor dos stewards, concordou que a proibição da entrada de alimentos, era no seu entender uma forma de benificiar as explorações dos bares no interior do estádio.
Estava mesmo arrependido de ter ido ao estádio, mas já lá estava, de modo que tentei proporcionar à família um bom resto de dia. E o jogo correu bem, foi animado, e deu-me um gozo do caraças ver a minha filha, depois de devorar um pacote de batatas fritas, saltar ao som do "quem não salta é lampião". Foi o que encontrei no bar de mais apropriado para uma criança daquela idade... No bar onde por 2 garrafas de água e 2 pacotes de batata frita, paguei 4€... Quem frequenta o estádio sabe de que pacotes eu falo... Enormes!!! Observei bastantes crianças a devorar aquele petisco! Era o que havia.
Quando cheguei a casa, até estava bem disposto, pois já havia passado o mau tempo. Mas para meu azar, dos 2 pacotes de batata que comprei, trouxe 1 para casa, pois mais ninguém quis. Ao retirar o pacote da carteira, a minha mulher reparou que a data de validade era de 10 de Junho de 2010!!! Além de GATUNOS, são uma cambada de potenciais ASSASSINOS estes exploradores de bares. 
Se Deus quiser nada de mal vai acontecer, pois já passaram umas horas e a miúda está perfeitamente normal, mas nem quero pensar no contrário. Adiante.
Se algum destes exploradores estiver a ler este post, tenham muito cuidado  da próxima vez que fizerem algo deste género, pois posso ser eu ou a minha mulher os clientes, e se isso acontecer posso assegurar que a lei será cumprida por vocês, tal como é por todos os que aí entram sem poder levar nada com eles...
Acreditem que ganharam um cliente fiel, que vai voltar várias vezes até vos apanhar com a boca na botija.
Se alguém puder fazer chegar este post a alguém com responsabilidades nestas situações, por favor faça-o, pois hoje foi comigo, com a minha filha e com os filhos de outros. Amanhã pode ser consigo ou com os seus familiares!

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

A coerência pode ser ridícula e caricata...

O Natal aproxima-se, e os palhaços são sempre a alegria dos circos…
Depois da carta aberta aos associados da agremiação corrupta, a direcção do slbosta solicitou ao FC Porto 2.500 bilhetes para o jogo do próximo dia 7 de Novembro. Das duas, uma. Ou vão ser coerentes e apenas pediram os bilhetes para ficar com eles, impedindo os burros adeptos de adquiri-los e se deslocarem ao estádio, conforme esta direcção lhes pediu/ordenou, impedindo ao mesmo tempo que mais 2.500 Dragões marcassem presença no recinto, ou então dão mais uma demonstração da sua hipocrisia, ao dizer mais uma vez “não olhes para o que digo, mas sim para o que eu faço”… Esta segunda hipótese é também uma demonstração de coerência, pois tal como nos túneis, nas arbitragens, no conselho de disciplina, etc, dizem precisamente o contrário do que desejam e fazem acontecer!
Podemos dizer portanto que esta direcção vai ser coerente, ou então vai continuar a ser coerente, o que além de ser ridículo, é também bastante caricato, mostrando até neste pormenor a sua coerência de discurso!!!
Aquele que nunca pecou, atire a primeira pedra!
Eh pá, pensando bem não atirem, senão eles podem ser realmente coerentes e não aparecem para o jogo…

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Às autoridades competentes:

Venho por este meio solicitar a abertura de uma investigação, devido a factos ocorridos, pelo menos assumidamente, na época desportiva de 2003/2004. Isto se não estiver prescrito, mas esse aspecto da lei deixo ao cuidado de V. Ex.as, uma vez que não sou entendido no assunto.

Os factos são os seguintes:
Existiu uma troca pública de insinuações, insultos e acusações através da imprensa, entre o Sr. Pinto de Sousa (Presidente do conselho de arbitragem à altura dos factos) e o presidente de então da agremiação desportiva slb, filipe vieira, o qual continua a exercer essas funções.

Observem com atenção o seguinte comunicado, que foi emitido no passado dia 08 de Outubro do corrente ano, pela agremiação desportiva presidida pelo sujeito já citado:

"Em reacção à entrevista do Presidente do Sport Lisboa e Benfica, Luís Filipe Vieira, à Antena 1, o sr. Pinto de Sousa – arguido do processo Apito Dourado – reagiu em comunicado enviado para as redacções dos principais jornais diários.
Como o mesmo contém algumas incorrecções, outras falsidades e outros tantos lapsos de memória, o Sport Lisboa e Benfica vem esclarecer que:

a) O senhor Pinto de Sousa está ligado a um dos períodos mais negros do futebol português, em que o tráfico de influencias, a corrupção e o compadrio foram prática corrente aceite e promovida por alguns dos principais responsáveis do nosso futebol.

b) O facto da justiça ainda não ter condenado o sr. Pinto de Sousa não significa que ele seja inocente. As provas existem, a sua evidência é indesmentível e só um formalismo jurídico ainda não permitiu a sua condenação. É bom recordar que o processo não terminou, está pendente de recurso no tribunal da Relação.

c) O Presidente do Sport Lisboa e Benfica – ao contrário do que foi afirmado pelo senhor Pinto de Sousa – não almoçou com ele “diversas vezes”, jantou duas, a pedido de um amigo comum e – facto relevante – antes de serem conhecidos os contornos e o envolvimento do senhor Pinto de Sousa no Processo Apito Dourado.

d) A verdade nunca pode ser considerada uma manobra de diversão, e só pela cumplicidade de alguns agentes judiciais é que a justiça ignorou a evidência das provas, como bem recentemente ficou provado.

e) O Sport Lisboa e Benfica, efectivamente, nada tem a ver com as amizades do Senhor Pinto de Sousa, mas tem a ver com a transparência e a verdade no futebol português e o facto deste ter voltado a contactar árbitros no activo e a movimentar-se para colocar o senhor Paulo Costa como presidente do futuro Conselho de Arbitragem da FPF. Sinal preocupante de que há quem queira que as velhas práticas voltem a fazer parte do nosso quotidiano.

f) Já agora, e como a memória é curta, convém lembrar que foi o senhor Pinto de Sousa que quis impor – seguramente por indicação de alguém – o senhor Martins dos Santos para a final da Taça de Portugal da época 2003/2004.

h) O senhor Pinto de Sousa pode ainda não ter sido condenado pela justiça, mas não é por isso que voltou a fazer parte dos homens sérios deste país.
"

As partes do comunicado a negrito e sublinhadas, são as formas que encontrei para destacar as bases desta denúncia, que passo agora a escalpelizar.

Existe expressa no comunicado, na sua alínea c, a confissão de ter jantado 2 vezes com o presidente do conselho de arbitragem. Para que serviram estes jantares? Recordo que o facto de o Sr. Pinto de Sousa se encontrar com um amigo de infância, levantou grandes suspeições, levando até a acusações muito graves no processo apito dourado. Será que nestes jantares também estiveram presentes 2 amigos de infância? Não parece, pois além das diferenças de idade, é algo que nunca se constou. Então para que serviram os jantares? Logo à partida serviram, para que agora se especule sobre eles. E se especule porquê? Porque na alínea f, do mesmo comunicado, também se admite que apesar do presidente do conselho e arbitragem querer nomear um árbitro para determinado jogo, o mesmo não foi aceite pelo presidente da agremiação, o que conduz à pergunta:
Quem é que mandava na arbitragem? O presidente do conselho de arbitragem, ou o da agremiação? Os factos falam por si! Sem dúvida que era o presidente! Mas qual???

Este caso da nomeação referia-se à final da Taça de Portugal de 2004, que veio a ser apitada pelo grande lucílio baptista, o qual pelos vistos mereceu a aprovação da agremiação rosa, que venceu o jogo, pois fez grande parte do mesmo em superioridade numérica, entre muitos casos de arbitragem.

Voltando um pouco atrás, os factos podem indiciar que os referidos jantares se destinavam a discutir árbitros para os jogos da referida agremiação, o que colocaria em causa a verdade desportiva. Isto é o que parece. Cabe a quem deve investigar, fazê-lo de facto, correndo o risco no caso de não o fazer, de deixar no ar mais suspeições que se vem juntar ao Estorilgate, ao dossier apito encarnado, ao João “pode ser” ferreira, etc.

Da minha parte pretendo ver apurada a verdade, juntando-me assim a todos aqueles que tanto apregoam em favor da transparência e da verdade desportiva.
Obviamente que se algo de errado houve, a verdade dos factos deverá ser reposta, sendo os infractores julgados, e os prejudicados ressarcidos.

Com os melhores cumprimentos,
Agradeço desde já pela atenção dispensada a este assunto!


P.S. Estou a pensar seriamente fazer uma versão descodificada de cada um dos meus posts!!! Talvez crie o maisportistaparatotos.blogspot.com...
Mouros ou papoilas e afins, não sabem o que quer dizer ironia? Alguma vez eu pediria algo às autoridades deste país? Eu explico-vos. Esta é uma forma de demonstrar que mesmo confessando algo, o vosso clube, ou melhor os vossos dirigentes são intocáveis!
Cada vez me convenço mais que apenas sois benfiquistas por falta de inteligência... Podiam ser influências familiares, masoquismo, ou até mesmo pelo equilíbrio natural de forças que tem sempre de existir em tudo na vida... Mas as vossas mensagens deixam-me ciente que é somente por falta de capacidade de compreensão,  pela mais pura estupidez, e isso dá-me pena. A sério.
No fundo ser Portista também é isto, uma demonstração de inteligência!

terça-feira, 12 de outubro de 2010

A aula de hoje: O que é um homem sério neste país?

Como se tem falado tanto em ser ou não sério neste país, fui ver ao dicionário online da Priberam, o significado de "sério", que é o seguinte:

1.Grave; sisudo.
2.Positivo; circunspecto.
3.Metódico.
4.Importante. 
5.Sincero.
6.Real.
 7.Que não ri.
 
Descodificando:
1. Entre outras coisas, ficamos então a saber que quem ri não é sério! LOL (ops). Também costumo dizer que cara de mau para mim é fome...
2. Ficamos também a saber que alguém sério, é alguém prudente, cuidadoso, preciso, objectivo. 
3. Organizado, sistemático.
4. Alguns acham-lhes graça... e votam neles!
5. Natural, franco, simples (de ressalvar que muitos pobres de espírito não distinguem o bem do mal, podendo estar convencidos de agir correctamente, mesmo quando cometem as maiores atrocidades).
6. Humm... Real... conheço a águia!
7. Mas este não era aquele do ponto 1, o tal que não ri? Hum, hum?

Está feita a introdução ao tema! Avançamos agora para a pergunta do dia:
O homem de que fala a seguinte ligação, é sério ou não?
Justifiquem com base nos exemplos fornecidos.


P.S. Gosto muito desta parte didáctica do blog, onde podemos esquecer as nossas diferenças "religiosas", aumentando a nossa cultura geral!

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Tributo às papoilas!

Este post serve para agradecer os já habituais comentários das papoilas, que entre outras coisas demonstram que apesar do que dizem, lêem os meus posts até ao fim, sinal pelo menos de incómodo e interesse pelos temas, e também, porque não dizê-lo, que começam a juntar letras e a formar palavras, o que facilita a sua compreensão. Quanto à escrita é que ainda não conseguem exprimir-se correctamente, mostrando neste momento clara apetência pelo vernáculo gratuito, fruto provavelmente da educação que tiveram e dos meios em que vivem, o que não invalida a sua clara evolução e esforço de aprendizagem. Aqui ficam então 2 recortes de jornais, para que possam continuar a praticar o vosso português!
Como de costume aguardo o vosso feedback com a promessa de ficar só entre nós! 



sábado, 9 de outubro de 2010

Ainda Guimarães: Golo do Vitória foi em falta

Engraçado como a comunicação social portuguesa consegue ocultar, distorcer ou simplesmente esconder a verdade, consoante os interesses de quem a controla. Já depois de aqui neste blog ter denunciado vários casos que dão razão à revolta azul e branca no jogo de Guimarães, deparo-me com mais uma evidência, provavelmente a mais decisiva para o resultado final, que me havia passado em claro, a mim e a praticamente todos os que viram o jogo. Se o golo fosse do FC Porto, até já existiam imagens 3D para demonstrar a falta. Quando Faouzi recebeu a bola, dominou-a com a mão esquerda.
O vídeo que se segue foi publicado pelo blog Best Of Futebol.
Depois de ver o vídeo, voltei a visionar o lance na gravação que tenho do jogo, e até nem é difícil constatar que para a bola ter tomado aquela trajectória, só mesmo dominada pelo braço de Faouzi. São as leis da física, que com a emoção do jogo ninguém tem em atenção.

Vamos ao vídeo:

Agora a análise às leis da física:

A bola é passada desde o ponto A, sendo recebida no ponto B. Após a recepção a bola tomou a trajectória C. Impossível isso acontecer se a recepção é feita com o peito, pois existiriam 2 opções nesse caso, conforme o posicionamento do jogador que a recebeu: ou iria para o ponto D, ou então seria amortecida na direcção do A novamente. Para ir, como foi, na direcção do ponto C, só mesmo recebendo com o braço. Tão fácil agora, não é?
Mais, reparem como a bola baixa logo na direcção do solo, num passe a esta distância com este posicionamento dos jogadores, se recebida com o peito, além de uma trajectória diferente, também levaria obrigatoriamente mais tempo a chegar ao solo!
Agora chega de falar do jogo de Guimarães. A razão do nosso treinador, da nossa revolta, já está perfeitamente evidenciada. Da minha parte continuarei atento às "distracções" dos canais televisivos, e colocarei sempre neste espaço tudo o que seja relevante para defender o nosso clube.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Torcer contra ou a favor de Portugal?

Hoje joga a selecção nacional, que está numa situação bastante delicada com vista ao apuramento para o Euro 2012. Quando Scolari era o treinador, devido ao confronto existente com o FC Porto, dei por mim a cagar bem alto para a selecção, pois tanto me fazia se vencia ou não, uma vez que aquela era a equipa do Scolari. Letra… O meu discurso era este efectivamente, mas quando os árbitros apitavam para o inicio dos jogos, dava por mim invadido por um estúpido sentimento patriótico, que me levava a sofrer e a torcer convictamente pela equipa do Scolari…
E isto vem a propósito de quê? Do meu sentimento actual em relação à selecção. Não é por causa do Paulo Bento, nem de ninguém em particular, mas neste momento estou-me nas tintas para a selecção e para o que esta consiga fazer! Este é o meu sentimento! Porquê? Porque dei comigo a pensar em tudo o que se tem passado com o futebol em Portugal e todo o seu meio envolvente, e ocorreu-me uma pergunta: Será que a selecção de Portugal merece que os adeptos do FC Porto sofram por ela? O que é que o país tem feito a este clube e a estes adeptos? Tem-nos tratado muito mal, com tentativas constantes de humilhação, de destruir uma história rica, de permitir ataques covardes e ilegais contra esta instituição e as suas gentes! Merece a selecção de um país assim que os adeptos do clube que tentam destruir, que eles tanto procuram humilhar, merece que esses adeptos torçam por ela? Não, não merece.
Mas logo quando o árbitro apitar, mais uma vez vou torcer pela selecção do meu país, porque sou natural da Mui Nobre Sempre Leal e Invicta Cidade do Porto, a cidade que deu o nome a Portugal. Vou torcer por Portugal com todo o orgulho em ser Português, mas pelo meu Portugal!  Não por esse portugal cada vez mais mouro que trata tão mal quem tanto fez e continua a fazer por ele.
Viva PORTUGAL! Fora portugal...

Querem falar das escutas? OK, cá estão algumas!


 Já não aguento as vossas mensagens com referências às escutas do youtube, por isso vou fazer-vos a vontade e trazer-vos mais algumas que de certeza são falsas... Ainda hoje, 3 anos depois, os dirigentes encarnados se gladiam para ver qual deles terá a honra de levar o jornal "Publico" a tribunal, razão pela qual a queixa ainda não foi feita...


Lembram-se disto?
Jornal "Publico"  - Última actualização terça-feira, 13 de Novembro de 2007
Turbulência no futebol
Apito Dourado: escutas apanharam Luís Filipe Vieira a escolher árbitros para o Benfica
08.09.2006
As escutas do processo Apito Dourado revelam que Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, se envolveu directamente na escolha do árbitro do jogo das meias-finais da Taça de Portugal da época de 2003/2004 em que o Benfica ganhou ao Belenenses por 3-1. Esse jogo foi arbitrado por João Ferreira, de Setúbal, na sequência da nomeação acertada num telefonema entre Valentim Loureiro e o presidente dos encarnados. Nessa conversa, Luís Filipe Vieira começa por se queixar pelo facto de o árbitro nomeado para o jogo já não ser Paulo Paraty, conforme havia sido anunciado por Pinto de Sousa, à data presidente do Conselho de Arbitragem da Federação, a um advogado com ligações ao Benfica.
A discussão foi acesa, com Valentim a esforçar-se por apaziguar os ânimos do dirigente e sugerir-lhe nomes de árbitros para substituir Paraty. Vieira, que diz não ter "preferência" por "ninguém", acaba por recusar o nome de quatro internacionais - "não me dá garantias", disse de alguns deles. A solução acabou por ser João Ferreira, o árbitro que amanhã estará no arranque do campeonato para os da Luz, quando defrontarem o Boavista no Bessa (ver texto na página seguinte).

As escutas telefónicas estão apensas ao processo principal do Apito Dourado, mas Cunha Vaz, responsável pelo gabinete de imprensa do Benfica, negou a sua existência. "O sr. Luís Filipe Vieira nunca falou com Valentim Loureiro por causa dos árbitros da Taça. Isso é mentira, até porque quem os nomeava era a Federação. O Benfica nunca escolheu qualquer árbitro", assegurou. Valentim Loureiro, por sua vez, não se disponibilizou para prestar qualquer esclarecimento.

Vieira irritado ao telefone
15 de Março de 2004. Paulo Paraty tinha arbitrado o jogo do Belenenses-Nacional para o campeonato. Por esse motivo, não podia ser indicado para o jogo da Taça, que ocorreria dois dias depois, obrigando Pinto de Sousa, que, à data, liderava o Conselho de Arbitragem, a procurar outra opção. Pinto de Sousa tentaria contactar Vieira para justificar a mudança, mas o dirigente benfiquista deixou de lhe atender o telefone, o que acabaria por levar Valentim Loureiro a envolver-se num jogo que estava fora da alçada da Liga.

"Disseram-me que era o Paulo Paraty o árbitro... Agora dizem-me à última hora, vêm-me dizer que já não pode ser o Paulo Paraty por causa do Belenenses", lamentava-se Vieira a Valentim, enquanto respondia às sugestões dadas por este. "Não quero Lucílio nenhum! (...) O António Costa?! F... Isso é tudo Porto! (...) O Duarte, nada, zero! (...) O Proença também não quero!".

Só o nome de João Ferreira agradou ao presidente do clube da Luz. "O João pode ser", disse, depois de conhecer os candidatos possíveis. A lista era reduzida, porque Pinto de Sousa considerava que o jogo tinha de ser apitado por um árbitro internacional e havia-o dito a Vieira e a Valentim Loureiro.

Nesta conversa com o presidente da Liga, Luís Filipe Vieira estava visivelmente irritado. E confessou a Valentim Loureiro que tinha sido informado de que o árbitro seria Paulo Paraty duas ou três semanas antes. O nome agradava-lhe e a sua substituição foi atribuída a uma manobra do FC Porto, cujo presidente, Pinto da Costa, "controlava tudo", na opinião de Luís Filipe Vieira. No entendimento do dirigente benfiquista, Pinto da Costa decidira até que quem arbitraria o Braga-Porto, também para as meias-finais da Taça, seria Bruno Paixão. "O Bruno Paixão, em Gil Vicente, eu estendi-lhe a mão para o cumprimentar, não me cumprimentou! Como é que esse gajo [Pinto de Sousa] vai nomear esse gajo para apitar?", perguntava Luís Filipe Vieira, não escondendo a indignação e deixando clara a ameaça: "Eu não sou como o Dias da Cunha. (...) Eu vou [à RTP] fazer alguns alertas para o futebol português".

Pinto de Sousa explica-se
Minutos depois, um novo telefonema de Valentim Loureiro a Pinto de Sousa é revelador. O segundo desculpa-se ao presidente da Liga por não ter indicado Paulo Paraty. Este árbitro havia sido sorteado para o jogo da Liga, também com o Belennenses, o que o levou a aceitar a indicação de Vieira e nomear João Ferreira para a Taça.

Ainda na mesma conversa, Pinto de Sousa conta a Valentim que a promessa de que Paulo Paraty seria o escolhido tinha sido feita inicialmente a João Rodrigues (um advogado com ligação ao Benfica), duas ou três semanas antes. Mas assegurou que a nomeação para o campeonato acontecera apenas porque se tinha esquecido de avisar Luís Guilherme, o responsável pela gestão da arbitragem para os jogos da Liga.

Sobre a possibilidade levantada por Luís Filipe Vieira de que o Porto teria escolhido o árbitro para a sua própria meia-final, Pinto de Sousa desmentiu-o. E explicou: "Foi um pedido do Salvador (presidente do Braga). Não indicar nem o Olegário, nem o António Costa".


Partes das escutas telefónicas onde é interveniente Luís Filipe Vieira. Os seus interlocutores são Valentim Loureiro e Pinto de Sousa

Luís Filipe Vieira (LFV) - Eu não quero entrar mais em esquemas nem falar muito... (...)
Valentim Loureiro (VL) - Eu penso que ou o Lucílio... o António Costa, esse Costa não lhe dá... não lhe dá nenhuma garantia?
LFV - A mim?! F.., o António Costa? F... Isso é tudo Porto!
VL - Exacto, pronto! (...) E o Lucílio?
LFV - Não, não me dá garantia nenhuma o Lucílio!
VL - E o Duarte?
LFV - Nada, zero! Ninguém me dá!... Ouça lá, eu, neste momento, é tudo para nos roubar! Ó pá, mas é evidente! Mas isso é demasiado evidente, carago! Ó major, eu não quero nem me tenho chateado com isto, porque eu estou a fazer isto por outro lado. (...)
VL - Talvez o Lucílio, pá!
LFV - Não, não quero Lucílio nenhum! (...)
VL - E o Proença?
LFV - O Proença também não quero! Ouça, é tudo para nos f...!
VL - E o João Ferreira?
LFV - O João... Pode vir o João. Agora o que eu queria... (...) Disseram que era o Paulo Paraty o árbitro... O Paulo Paraty! Agora, dizem-me a mim, que não tenho preferência de ninguém (...) à última hora, vêm-me dizer que já não pode ser o Paulo Paraty, por causa do Belenenses.
Pinto de Sousa - A única coisa que eu tinha dito ao João Rodrigues é o seguinte... É pá, há quinze [dias] ou três semanas, ele perguntou-me: "Quem é que você está a pensar para a Taça?"... Eu disse: "Estou a pensar no Paraty"...
VL - Bem, o gajo está f... (...) O Paraty então não consegues, não é?
PS - O Paraty não pode ser. (...) Até para os árbitros restantes, diziam assim: "É pá, que diabo, este gajo tem tantos internacionais e não tem mais nenhum livre, pá?!". (...)
VL - Eu nem dá para falar muito ao telefone, que ele começa para lá a desancar. (...) Mas qual é o gajo que o Porto não quer?! O Porto quere-os todos, pá! Qualquer um lhe serve!
PS - É... Por acaso é verdade...
VL - O Porto quer lá saber disso!
PS - Se é o Lucílio... Se fosse o Lucílio, era o Lucílio, se fosse o António Costa, era o António Costa...
VL - Ao Porto qualquer um serve!

A grande ironia destas escutas, que foram as únicas divulgadas do presidente das papoilas, é que apenas numa amostra ele foi logo apanhado a escolher e a rejeitar árbitros... Em todas as que foram colocadas no youtube, não há uma única em que isso aconteça! Não sei se tenho nojo destes gajos, ou se sinto somente pena...
O facto de, relativamente ao presidente da agremiação do regime,  apenas estas escutas serem conhecidas, não significa que sejam as únicas, mas isso é explicado pelo dossier de que vamos falar a seguir.
Mais tarde, surge então o dossier "Apito Encarnado", do qual até hoje não mais se ouviu falar por parte das autoridades competentes!!! 

 Até a SIC(!!!) o noticiou desta forma:

Querem recordar esse dossier? Cá está!

Chega destes temas? Ou querem começar a dissertar sobre o Inocêncio Calabote? Ou sobre o Estorilgate? Ou falar dos túneis do campeonato passado? Falar do Hulk, do Sapunaru, do Vandinho... ou até quem sabe, do ricardo bosta? Podemos combinar um almoço no restaurante SAPO e esgrimir argumentos nas mesmas mesas onde já se sentaram alguns dirigentes do vosso clube, juntamente com árbitros e fiscais de linha... Por mim paraty... Perdão, pára aqui.
Mais uma vez fico a aguardar as vossas sempre agradáveis e atenciosas respostas, qual poesia saída dos lábios de uma qualquer papoila saltitante!

P.S. Não vou estar a transcrever mais noticias de jornais, até porque este post já vai longo, mas ainda ontem existiu uma troca de galhardetes entre o presidente lampião e Pinto de Sousa... Relacionem as escutas aqui transcritas com as acusações trocadas actualmente e tirem as vossas conclusões. 
Podem consultar esses galhardetes aqui e aqui.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Existe um Apartheid neste país, e nós somos a raça a abater...

Uma pergunta para quem perceber de leis: Este Filho da Puta pode dizer tudo o que quer impunemente? Mas que país é este? Dá nojo... Este gajo tá a ser um autêntico pirómano no futebol português, tal como outros do seu clube, mas quem deveria intervir está estranhamente quieto... Se calhar a aguardar que alguém reaja às constantes ofensas, para depois serem esses os maus da fita. 
Quem não se sente, não é filho de boa gente.... E tão ladrão é o que rouba, como aquele que fica à porta...
Existe um Apartheid neste país, e nós somos a raça a abater...

Mais provas do roubo de Guimaráes




Hoje no jornal "O Jogo" o destaque é dado às declarações do presidente das papoilas saltitantes, sobre a atitude do nosso treinador em Guimarães. Assim à primeira vista pode causar (e causa) nojo, mas se pensarmos um pouco, estamos perante alguém que tem a 4ª classe (será), o que provoca dificuldades normais de expressão, devido à pobreza de vocabulário. Não quero com isto dizer que quem tem apenas a 4ª classe é burro, apenas que tem menos conhecimentos do que outros com mais estudos. Neste caso especifico, é mesmo burro...
 Depois de num post anterior já aqui ter colocado imagens que mostram que efectivamente temos razões de queixa, venho complementar com mais algumas, que tivesse eu mais tempo e seriam em maior quantidade.
Vamos então começar o desfile, e mostrar a este burro sem cultura, que ele não atira pó para os olhos de qualquer um... (sempre que falo deste tipo, lá vem o pó à baila... é impressionante! Se ele lê-se isto ia-me ficar com um pó do caraças... Ops! Compreendem o que quero dizer?)

 Fora de jogo mal assinalado (mais 1)

Um canto transformado em pontapé de baliza...

Este quase partia o Falcão ao meio... Cartão? Nãooooo!!!

Este para ganhar lanço para cabecear a bola, ganhou impulsão
apoiando o pé no Falcão... Nem sequer foi comentado o lance!!!

Nesta entrada assassina sobre J.Moutinho, nem falta foi assinalada...

Qual a cor do cartão para esta entrada por trás sobre Belluschi?
Correcto! Não foi exibido qualquer cartão...

Já nos descontos, Rodriguez ultrapassa o último defesa, e ficaria na
cara do GR. Justiça seja feita, aqui mostrou o cartão... AMARELO!!!

 Edgar!
Fez umas 6 faltas para amarelo. Viu 1!!! Eu apenas coloco estes 2 lances,
senão isto parece uma fotonovela... O amarelo não foi em nenhum destes.

 Aos 54:46 minutos de jogo, como se pode ver na imagem, Fucile tenta
ganhar a frente do lance, sendo impedido pelo braço direito de Edgar.
A mão esquerda de Fucile está à vista, não estando a agarrar o
seu adversário. Há dúvidas?

 Aos 54:52 minutos de jogo (6 segundos depois) Fucile puxa a camisola
de Edgar, ao mesmo tempo que continua a ser agarrado. Há dúvidas?
 Para todos os cais de televisão e jornaleiros, Fucile agarrou edgar,
ficando por marcar uma grande penalidade... Não são cegos,
nem burros, são é mesmo muito porcos, sem nenhuma vergonha...

E agora? Depois disto e do outro post, com outras imagens, ainda existem dúvidas do prejuízo do FC Porto? 
O que mais me deixa revoltado é ouvir e ler os comentários de alguns portistas... Abram os olhos, e vejam pelos vossos, não pelos dos outros...
E agora presidente papoila? Quem é que é ridículo? Quem é que é caricato? Quem terá sido a besta que te escreveu esse discurso? Tem calma, que como alguém já disse, largos dias tem 100 anos... E num deles vai existir justiça!

Existiu também um lance que me faltou colocar do jogo das papoilas,
um fora de jogo inexistente tirado a Alan, 2 minutos antes do golo dos mouros!!!
A lei do fora de jogo manda que o mesmo seja assinalado somente quando o
jogador infractor recebe a bola, para que lances destes não aconteçam...
E se não tivesse sido assinalado e desse em golo??? Bahhhhh!
Quem quer saber disso?... Só eu é que vi... e mais uns milhões...

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Xenofobia, raiva e violência em exclusivo neste Blog!

No post anterior existiu um comentário que foi o seguinte:
"Tenha vergonha na cara e feche o seu blog. Num pais decente, um blog que faz propaganda da raiva, da violência e do xenofobismo era proibido."
Resolvo responder sob a forma de post, pois é demasiado grave o que aquela espécie de algo afirma. 

Caro anónimo (vulgo covarde), as suas acusações são bastante fortes, sendo de lamentar que não adicione exemplos em cada uma delas... Mas vamos por partes. Em primeiro lugar, eu não chamo aqui ninguém, e se quem cá entra não se sente bem, só tem de sair. Este blog é para Portistas, no extremo poderá ser também para pessoas coerentes, categoria onde englobo quase todos os Portistas.
Agora as acusações.
Xenofobismo - Está definido no dicionário online da Priberam´, como "Aversão aos estrangeiros"!!! Nem eu teria ido tão longe... Deduzo que seja adepto/a desse grandioso clube, que enaltece no seu hino as grandes papoilas saltitantes, uma vez que se sente tão atingido/a pelo meu discurso. Que me recorde nunca fiz qualquer post que incentivasse a qualquer tipo de sentimentos relativamente a estrangeiros... Mas o que mais me fascina é que se considere estrangeiro a si próprio/a, logo também me considera a mim, o que com o seu discurso pode ser tido como xenofobia da sua parte. Aqui sim o termo aplica-se correctamente, pois existe um conteúdo escrito que demonstra ódio da sua parte contra alguém que considera estrangeiro (eu). Ou voçê é burro/a, ou simplesmente incoerente. Vou mais pela primeira....
Raiva - Raiva tem os cães! Nós aqui no Norte somos vacinados contra isso. Com certeza que se refere aos cães que eu refiro nos meus posts, que cada vez ladram mais , que por acaso são os do seu clube. Esses é que denotam raiva a cada frase, seja nas conferências de imprensa sem perguntas, seja dentro dos campos de futebol, onde fazem o que querem impunemente.
O que eu demonstro é nojo e revolta por situações injustas, ou que eu considero injustas. Quem não se sente não é filho de boa gente! Vocês gostariam que nós ficássemos calados, não era? Cada vez me dais mais nojo. Nojo e não raiva, pois mais uma vez refiro que essa é exclusiva dos cães da sua raça.
Violência - Esta da violência quase me deixou com raiva... Existem diversos posts onde defendo a calma e uma forma ordeira de resolver as coisas, e vem-me esta coisa anónima acusar de uma coisa destas.Qual o post onde apelo à violência? É quando critico quem atira bolas de golfe e pedras? Ou você depreende destas minhas críticas que eu quero dizer, que em vez de bolas de golfe e pedras deveriam atirar balas? Você é doente. Trate-se. Isso é complexo de inferioridade.
Resumo - Se as suas acusações fossem dirigidas contra o canal do seu clube, todas seriam bem fundamentadas, inclusive a de pedir para encerrar, pois esses sim deveriam ter vergonha na cara. Simplesmente porque fazem tudo aquilo de que você acusa este blog de fazer. Mas tal como a tvi, são um canal privado e como referi no post anterior, o lugar da merda é no privado, pois não é meu costume cagar em lugares públicos.
Num país decente, como você refere, todos seriam tratados de forma igual, e não se desviariam fundos da comunidade europeia, destinados a todo o país, para investir tudo na capital. Num país decente, o apito encarnado tinha sido, pelo menos, investigado. Num país decente as portagens pagavam-se equitativamente consoante o rendimento dos seus habitantes. Num país decente a média de ordenados seria igual para todos, e não teríamos os da capital a ganhar em certos casos, duas vezes mais que outros portugueses de segunda que desempenham as mesmas funções noutros lugares. Num país decente ninguém seria considerado culpado antes dos tribunais julgarem. Num país decente todos seriam tratados pela justiça, da mesma forma, não se interpretando as leis consoante os interesses pessoais.
Esta do país decente levar-me-ia a escrever o resto da tarde, mas já dispensei demasiada atenção à merda.
No post anterior comprovei com imagens tudo o que afirmei, e justiça lhe seja feita você também fez o mesmo no seu comentário, pois mostrou a imagem de um triste, e só um triste diria tanta merda num comentário tão curto.

Os cães ladraram e a caravana abana... mas não cai!

Os porcos do costume, apoiados pelos ainda mais sujos da imprensa, tem vindo a lançar areia para os camelos dos seus seguidores. Depois da vergonha em Guimarães, depois da qual o presidente dos árbitros veio condicionar toda e qualquer arbitragem a jogos do slb, pois todos os árbitros sabem que se errarem contra o clube do regime são colocados na jarra! Como se isso não bastasse, e para precaver qualquer tipo de incidentes, tratou de começar a nomear de acordo com os seus desejos, senão vejamos, Carlos Xistra, já tem um certo historial em jogos do FC Porto (tal como Bruno Paixão)...
Voltando aos porcos, depois de pressionarem vergonhosamente os árbitros, passaram aos políticos, coitadinhos, queixando-se que não podem vir ao Norte, que é só selvagens, que atiram pedras e bolas de golfe... Obviamente que foram bem recebidos e descansados... São muitos votos!!! Foi aliás o povo do Norte que já matou um adepto no estádio nacional, que incendiou um autocarro de adeptos, que colocou o Filipe Santos entre a vida e a morte, etc. Isto para não falar dos constantes apedrejamentos de cada vez que vamos jogar à capital deste, cada vez mais, país de merda.
O jogo de hoje em Guimarães encheu-me de orgulho, pois vi uma grande equipa de futebol, a jogar excelente futebol, a desperdiçar é certo, mas sem nunca perder o controlo de jogo. Mas as habilidades não se fazem só de penaltis e foras de jogo... Esta arbitragem foi vergonhosamente habilidosa, e desde o inicio da partida que estava identificado o alvo a abater: FUCILE! Antes que todos comecem a criticar o rapaz, reparem nas imagens colocadas neste post, e analisem bem. Dizer que Fucile foi mal batido no golo, só pode ser piada de mau gosto, ou então alguém que não percebe futebol! Que podia ele fazer, condicionado que estava por ter visto, MAL, um cartão amarelo? Fazia penalti e vinha para a rua? Poderia ter cortado a bola? Só se fosse com as mãos! Se não tivesse visto o tal cartão, mal mostrado, poderia ter arriscado mais o contacto, mas naquelas circunstancias nada mais poderia fazer.
O penalti reclamado pelo nosso treinador, se fosse a favor da equipa do regime, teria direito a 200 repetições e vários ângulos, até se poder concluir que era penalti, mas os mestres de propaganda da tvi, neste jogo só viram um penalti, que foi quando Fucile e Edgar se agarraram mutuamente na área azul e branca... É só tristes naquela estação de televisão, mas no fundo tenho de aceitar, pois é um canal privado, e até eu quando tenho de cagar é no privado... E por falar em Edgar, conseguiu fazer 5 ou 6 faltas para amarelo e só viu 1... Que grande árbitro!!! No tal penalti reclamado, na única imagem que deu, vê-se um cabeceamento de um jogador do FCP, e a bola a ser detida pela mão de um defensor vimaranense. O que é que diz a lei? Correcto, a lei diz que se estes lances acontecerem a favor do FCP não são passiveis de grande penalidade...
O fora de jogo ao Falcão ao terminar o jogo, foi a cereja no topo da arbitragem, foi o concluir de uma obra prima deste excelente trio de fdp!
O Villas Boas protestou e foi expulso, em todos os jogos o treinador das papoilas saltitantes, não só protesta, como salta, insulta, vira todo um estádio contra os árbitros e nada lhe acontece... Por falar neste montes de merda, acrescento também umas imagens (poucas) do jogo deles com o Braga, em que infelizmente, graças à merda da box da zon, me falta a imagem do fora de jogo ao Alan, cerca de 2 minutos antes do golo, em que ficava na cara do GR..
Uma última palavra de agradecimento aos jogadores do FC Porto, pois até com 10 encostaram o Guimarães às cordas. Hoje, mais uma vez, tive orgulho em ser Portista! 
Muito cuidado, pois a ofensiva moura só agora começou, e como de costume com todas as armas.
Felizmente temos um Treinador como há muito não havia por estas bandas... Este além de perceber de futebol, e bastante, também é Portista, o que resulta numa combinação que será forçosamente vencedora!
Agora as imagens:











Agora os mouros: